COLEÇÕES

Ação Católica Operária

Identificação:

Denominação: AÇÃO CATÓLICA OPERÁRIA
Sigla: (ACO)
Natureza do Conjunto: Coleção
Data Limite Inicial: 1936
Data Limite Final: 1989
Quantidade: 13 pastas

Contextualização:

História Administ./Biografia: A Ação Católica Operária (ACO) nasceu em 1948, por iniciativa de um antigo jocista. O Movimento, no seu princípio, chamou-se Liga Operária Católica (LOC), com dois ramos distintos: LOC masculina e LOC feminina. A finalidade da LOC era agrupar os operários católicos adultos, especialmente os antigos jocistas. A LOC fazia parte da Ação Católica Especializada e firmou-se, sobretudo, nas dioceses do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Belém, apesar de nunca ter encontrado, por parte do clero e do Episcopado, muito apoio.
Os próprios militantes formados pela JOC, durante muitos anos e na sua maioria, recusaram-se a entrar na LOC, achavam, em geral, o Movimento muito fraco e receavam, sobretudo, intervenções dos Bispos e dos Padres na luta operária que eles sustentavam em setores temporais (Sindicatos, Partidos Políticos, etc.).
Aos poucos, procurou-se novas fórmulas, mais adaptadas à realidade brasileira e às necessidades dos militantes.
Em 1960, a LOC brasileira participou do primeiro encontro sul-americano de antigos jocistas em Córdoba (Argentina), onde foi fundado o Movimento Operário de Ação Católica (MOAC) Sul-americano.
Em 1960, em conseqüência do Congresso de Córdoba, foi realizado o primeiro encontro nacional de antigos jocistas, deles tendo participado sete Estados, num total de 25 delegados.
Em 1961, a LOC participou do 2º Encontro do MOAC sul-americano em Santiago do Chile. Desde então, filiou-se ao Movimento Mundial dos Trabalhadores Cristãos (MMTC), organizado em Roma, nesse mesmo ano.
Em 1962, foi organizado o 2º Congresso Nacional da LOC, tendo sido o mesmo realizado em duas etapas com um mesmo temário. Da primeira etapa, em São Luis do Maranhão, em julho de 1962, participaram 130 delegados de nove Estados do Norte e Nordeste. A segunda etapa foi em São Paulo, em novembro de 1962, tendo participado dele 130 delegados de 5 Estados. Nessa ocasião, o Movimento passou a chamar-se Ação Católica Operária (ACO); foi eleita uma Equipe Nacional, bem como foi firmada a sua linha de ação. A partir daí, foi definida sua identidade: um Movimento de cristãos engajados na vida e no Movimento operário.
Seu 1º Congresso Nacional, previsto para 1964, só se realizou em 1965, em Recife, devido ao golpe militar no Brasil.
Como outros Movimentos afins, a ACO e seus militantes sofreram perseguições durante o regime militar. Em 1969, a Equipe Nacional foi substituída apenas por uma articulação entre as regiões, a participação dos militantes reduziu-se, Equipes inteiras deixaram de se encontrar. Apesar disso, a ACO sobreviveu e cresceu. Rearticulou-se, graças ao trabalho de seus militantes no meio operário e ajudou, na maioria dos lugares, a criar a Pastoral Operária.
Desde 1978, os militantes da ACO estão presentes em sindicatos - como membros ativos e dirigentes sindicais -, em associações de trabalhadores, fundos de greve, sociedades amigos de bairros, partidos políticos, como filiados ou exercendo cargos de vereadores, prefeitos, deputados e vice-governadores.
Em 1982, realizou seu 6º Congresso Nacional, onde se pode verificar o dinamismo do Movimento.
A Coleção foi constituída pela CEDIC em torno desse Movimento, a partir das doações recebidas.
Hist. Arquivística/ Procedência: os documentos foram doados pela Biblioteca da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, pelo Prof. Luiz Eduardo Wanderley, da PUC/SP e por Frei Romeu Dale em 16 de novembro de 1988, 29 de maio de 1989 e 11 de setembro de 1989.

Conteúdo e Estrutura:

Âmbito e Conteúdo: a Coleção compõe-se de publicações periódicas da ACO, relatórios da ACO, pauta de reuniões, encontros, programações da ACO, correspondência, relatórios de congressos, cadernos doutrinários da Ação Católica Independente (ACI), boletins da ACI, cadernos de educação popular sobre história da classe operária no Brasil, publicações periódicas da ACO, relatórios sobre planejamento nacional, folhetos sobre missão e pedagogia da ACO, livros sobre apostolado leigo, livros de cânticos, textos sobre a situação do homem no Nordeste, publicações para jovens e lideranças da AC, convites da ACO e JFC, folhetos de Natal, flâmulas da JOC, cartazes da JOC, folders da JOC, distintivos da JOC, crachás de eventos da JOC, calendários da JOC e da ACO, folhetos dos partidos democrata-cristãos, folhetos sobre Congressos Internacionais da JOC e fotografias do Papa Pio XII.
Sistema de Arranjo: não organizada.

Condições de Acesso Uso:

Condições de Acesso:
Instrumentos de Pesquisa: . Inventário Topográfico da CEDIC. São Paulo, 1992. (datilografado)

Notas:

Notas: